Nossos Artigos


João Trindade Cavalcante Filho

Compliance e Partidos Políticos

A adoção de programas de integridade (compliance) é obrigatória, à luz da legislação em vigor, para os partidos políticos? Quais as vantagens e desvantagens que tal exigência em relação às agremiações partidárias pode trazer? Como andam os projetos de lei que tratam do tema no Congresso Nacional? Essas são algumas das perguntas que pretendemos responder, ou pelo menos discutir.


Otto Nogami

Intervir nas relações de mercado é solução?

A razão de ser de uma empresa é, e sempre será, procurar auferir o maior lucro possível. Quanto maior o lucro, maior é a predisposição dos acionistas em realizar aportes de capital quando necessário. Este é um detalhe importante, principalmente quando falamos de mercado de capitais, onde, empresas de boa performance e boas geradoras de dividendos conseguem captar recursos a um custo baixo (via aumento de capital ou com a emissão de debêntures) comparativamente aos juros pagos quando se recorre às instituições financeiras.